A Sabedoria de Deus

Há quem force uma distinção de pessoas quando a Bíblia fala da sabedoria de Deus, como citada em Pv 1:20 – 33; 8:1 – 36 e 9:1 – 3. No entanto, esses versículos apenas personificam a sabedoria como um recurso literário e/ou poético chamado prosopopeia. Há muitos exemplos na literatura, onde um autor personifica uma ideia, emoção ou qualquer coisa intangível, em busca de ênfase, vida e ilustração.

 

A prosopopeia é uma figura de linguagem que ocorre quando há atribuição de ações, qualidades ou sentimentos humanos a seres inanimados ou irracionais. Também conhecida como personificação ou animismo, a prosopopeia é considerada uma figura de pensamento, pois está ligada à compreensão do texto.

 

O modo correto de considerar a sabedoria na Bíblia é vê-la como um atributo de Deus, ou seja, parte de sua onisciência. Deus usou sua sabedoria ao criar o mundo (Pv 3:19; Jr 10:12). Assim como a sabedoria de uma pessoa não se separa da própria pessoa, também a sabedoria de Deus não é uma pessoa separada de Deus. A sabedoria é algo que o SENHOR possui e algo que Ele dá aos homens.

 

Naturalmente, o Senhor JESUS sendo Deus manifestado em carne, toda a sabedoria de Deus está em JESUS Cristo (cf. Cl 2:3). Isso não significa que Cristo seja uma pessoa distinta de Deus, mas, antes, que em Cristo habita toda a sabedoria de todo o poder de Deus, juntamente com todos os outros atributos de Deus. Através de Cristo, Deus revela aos homens sua sabedoria e seu poder. A sabedoria é simplesmente um atributo de Deus descrito no Velho Testamento e revelado por Cristo no Novo Testamento.