Zelotes

Os zelotes eram grupos de revolucionários judeus radicais que lutavam contra a dominação romana; e foram os principais responsáveis que levaram esta luta até Massada, o seu último foco de resistência destruído pelo exército do general romano Lucius Flavius Silva em 72 d.C.

 

Os zelotes pretendiam a libertação de Israel através do uso de espadas. Os principais motivos para a revolta eram a idolatria do imperador romano que exigia do povo reverência como se fosse Deus; a má distribuição das terras; e a abusiva cobrança de impostos pelo Império – por isso, muitos publicanos eram mortos violentamente pelos zelotes. Segundo os zelotes, Israel era propriedade de Deus, o verdadeiro Rei de Israel e do povo israelita; por isso, nenhum imperador pagão tinha direito de ocupá-la, tampouco exigir impostos; mas não foi o que ensinou o Senhor JESUS aos fariseus e os herodianos quando estes vieram perguntar-lhe a respeito de pagar tributo ao imperador:

“[…] Dai ao César o que é de César e a Deus o que é de Deus.” (Mt 22:21)

 

Os zelotes foram assim denominados por seguirem o exemplo de Fineias (Nm 25:13) e muitos outros homens zelosos que são citados nas Escrituras Sagradas.

“O meu zelo me consome, porque os meus adversários se esquecem da tua palavra. Puríssima é a tua palavra; por isso, o teu servo a estima.” (Sl 119:139-140)

 

Certamente, o zelo é uma qualidade bastante apreciada nas Escrituras em muitos aspectos; mas o verdadeiro propósito do Evangelho do nosso Senhor JESUS exige zelo de boas obras de Deus (Tt 2:14) e pelo bem (Gl 4:18).

Veja: O Verdadeiro Radicalismo

 

Os evangelhos e o Livro de Atos  mencionam Simão, o zelote que se tornou um dos doze discípulos do Senhor, depois da sua conversão.

“André, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu, Tadeu, Simão, o Zelote, e Judas Iscariotes, que foi quem o traiu.” (Mc 3:18-19)

 

Ser zeloso pode ser interpretado como ser ciumento, porém há uma grande diferença entre o zelo de Deus e o ciúme da carne que é pecado – este último é medo de perder alguém que amamos, enquanto que o zelo de Deus está em perder uma ovelha Sua para o pai da mentira, Satanás.

“Porque não adorarás outro deus; pois o nome do SENHOR é Zeloso; sim, Deus zeloso é ele; para que não faças aliança com os moradores da terra; não suceda que, em se prostituindo eles com os deuses e lhes sacrificando, alguém te convide, e comas dos seus sacrifícios” (Êx 34:15-16)

 

Veja também: http://gloria-aleluia.org.br/indisciplinados-na-igreja-doutrinar-ou-expulsar/