Sacrifício

À primeira vista, a palavra sacrifício pode nos dar ideia de um peso que se carrega com muito sofrimento, todavia a origem da palavra pode nos dizer melhor o seu real significado. Veja:

Etimologia: Sacrifício – Do latim sacrificium, composto de sacrum (sagrado) e ficium (ofício). Assim, sacrificar significa “fazer o que é sagrado” isto é, o “ato de passar da esfera do profano para a esfera do sagrado”.

 

Segundo os dicionários, o termo “sagrado” significa :

– o que é relativo a um domínio interdito, inviolável e que suscita a veneração por oposição a profano; que se refere à divindade ou ao seu culto;
– aquilo que é objeto de consagração;
– sentimentos inspirados pelo que pertence ao domínio do religioso ou do divino;
– o que inspira ou deve inspirar profundo respeito, veneração absoluta;
– o que não pode ser infringido ou violado;
– o que não se pode mexer ou tocar;
– o que não se pode deixar de cumprir ou respeitar.

 

A Bíblia nos ensina que devemos oferecer a Deus:

  • o nosso corpo como sacrifício- Rm 12:12;
  • o sacrifício do evangelho – Rm 15:16;
  • o sacrifício pelo serviço da fé – Fp 2:17;
  • o sacrifício de louvor – Hb 13:15;
  • sacrifícios espirituais – 1 Pe 2:5;
  • sacrifícios materiais – Hb 13:16; Fp 4:18.