Aqui, não vamos questionar José como pai do Senhor, porque pelo menos neste ponto todos os cristãos concordam que o papel de José foi de adoção, tornando-se pai adotivo (cf. Mc 6:3). Este fato não precisa ser questionado, pois todos os cristãos são unânimes, exceto, alguns grupos como o Mormonismo que declaram que o Senhor nasceu da Maria por relacionamento carnal.


Trindade, uma falsa doutrina

Se existe uma trindade, naturalmente, como todo trinitariano crê, a primeira pessoa seria o Pai. Porém, em Mateus está escrito que Jesus fora gerado pelo Espírito Santo (cf. Mt 1:18). – Seria o Espírito Santo o outro pai do Senhor? É óbvio que não!


Jesus é o próprio Pai

O Senhor Jesus disse que não nos deixaria órfãos (cf. Jo 14:18). Ora, órfão é aquele que não tem pai ou mãe, ou ambos, portanto Ele é o próprio Pai. Veja os versículos abaixo:

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus.” (Jo 1:1)
 
“E o Verbo se fez carne e habitou entre nós […]” (Jo 1:14)


O Senhor Jesus é o Verbo (Deus) que se manifestou na carne. Por isso, numa certa ocasião, o Senhor disse:
“[…] Ninguém vem ao Pai senão por mim.” (Jo 14:6)