Priscila e Áquila

IMG_5974

Corinto, Grécia: onde viveram Priscila e Áquila

Este casal era natural de Ponto, na Ásia; morou mais tarde em Roma, de onde foi expulso, por ser judeu, pelo decreto do imperador Cláudio, por isso escolheu Corinto, na Grécia, como novo endereço. Provavelmente o casal se converteu ao Senhor JESUS em Corinto quando trabalhava com Paulo produzindo tendas, visto que tinham a mesma profissão.

“E, achando um certo judeu por nome Áquila, natural do Ponto, que havia pouco tinha vindo da Itália, e Priscila, sua mulher (pois Cláudio tinha mandado que todos os judeus saíssem de Roma), ajuntou-se com eles” (At 18:2)

 

Logo que acolheram o evangelho, Priscila e Áquila  começaram a trabalhar incessantemente ao Senhor, em viagens missionárias ou reunindo a igreja na casa deles:
“E Paulo, ficando ainda ali muitos dias, despediu-se dos irmãos, e dali navegou para a Síria, e com ele Priscila e Áqüila.” (At 18:18)

 

No final da Epístola aos Romanos, notamos uma breve referência:

My beautiful picture

Roma, Itália

 
 “Saudai Priscila e Áquila, meus cooperadores em Cristo Jesus, os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios; saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles. […]” (Rm 16:3-5) 
 
Repare que o versículo acima é trecho da epístola enviada à igreja em Roma. Isto significa que, provavelmente, após a morte de Cláudio, o casal voltou àquela perigosa cidade.

 

Muitas  pessoas  quando  sofrem  perseguições  ficam  tão desapontadas, que após fugirem não sentem mais vontade de voltar para o local que abandonaram um dia, porém não foi o que fizeram Priscila e Áquila. O que motivava o casal a arriscar a própria vida? Com certeza era a alegria da salvação e o sentimento de gratidão ao Senhor JESUS. Por isso, nós também, tenhamos a mesma disposição e sentimento sempre lembrando das palavras a nós pregadas:
“Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.” (Mt 5:11)

 

“Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos” (2Co 4:9)