Por que Moisés não pôde entrar na terra de Canaã?

Ao chegar no final da jornada pelo deserto, Moisés implorou ao SENHOR para que permitisse a sua entrada na terra de Canaã, mas o SENHOR Deus muito se indignou e lhe respondeu: “[…] Basta! Não me fales mais nisto” (Dt 3:26). No final do livro de Deuteronômio, está relatado que Moisés morreu na terra de Moabe, de onde somente pôde avistar a terra que o SENHOR prometera aos filhos de Israel, sem poder entra nela.

“[…] Eu te faço vê-la com os próprios olhos; porém, não irás para lá. Assim, morreu ali Moisés, servo do SENHOR, na terra de Moabe, segundo a palavra do SENHOR.” (Dt 34:4-5)

 

Por que Moisés não pôde entrar na terra de Canaã?

Resposta: Porque Moisés feriu a rocha duas vezes:

Quando o povo murmurou contra Moisés no acampamento em Refidim (Êx 17) o SENHOR disse: “[…] Ferirás a rocha, e dela sairá água, e o povo beberá […]” (Êx 17:6) – e, assim fez Moisés.

 

Paulo diz em 1Co 10:4 que aquela pedra de onde os israelitas beberam água no deserto era Cristo. Maravilhoso!, mas um pouco adiante, diz: “Ora, estas coisas se tornaram exemplos para nós, a fim de que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram.” (1Co 10:6). Vejamos a seguir o que falava Paulo:

 

Prosseguindo a caminhada pelo deserto e chegando em Meribá (Nm 20), outra vez o povo murmurou contra Moisés; mas desta vez, o SENHOR disse: “[…] Falai à rocha, e dará a sua água; assim lhe tirareis água da rocha e dareis a beber à congregação e aos seus animais.” (Nm 20:8). Nos versículos seguintes podemos verificar que não foi exatamente assim que Moisés fez. Em vez de “falar à rocha” como diz o SENHOR, Moisés, furioso por causa da falta de fé do povo, feriu a rocha duas vezes:

“Moisés e Arão reuniram o povo diante da rocha, e Moisés lhe disse: Ouvi, agora, rebeldes: porventura, faremos sair água desta rocha para vós outros? Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais.” (Nm 20:10-11) 

 

Ora, se a pedra era Cristo, então, Moisés feriu a Cristo várias vezes. A Epístola aos Hebreus (Hb 6:6), nos ensina que não devemos crucificar várias vezes o nosso Senhor, expondo-O à ignomínia. Foi aí que Moisés errou:

“Depois, o indignaram nas águas de Meribá, e, por causa deles, sucedeu mal a Moisés, pois foram rebeldes ao Espírito de Deus, e Moisés falou irrefletidamente.” (Sl 106:32-33)

 

 

 

“E a rocha era Cristo” (1Co 10:4)

Várias passagens bíblicas afirmam que a rocha era Cristo. Por exemplo, podemos citar Sl  78:35

“Lembravam-se de que Deus era a sua rocha e o Deus Altíssimo, o seu redentor.” 

 

Este Versículo não indica a existência de dois deuses, mas um único Deus que era a rocha e redentor, conferindo com as palavras do Livro de Isaías:

“Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro e eu sou o último, e além de mim não há Deus.” (Is 44:6)

 

 Em Dt 32:3-4 está escrito que Deus é a Rocha, mas os filhos de Israel desprezaram a Rocha da sua salvação (32:15) que dá vitória (32:30), porque a nossa Rocha é diferente da rocha dos inimigos (Dt 32:31). Foi nesta Rocha que Davi buscou refúgio (2Sm 22:2) e bendisse (2Sm 22:32 e 47). Os israelitas beberam da água desta Rocha, e a Rocha era JESUS Cristo(1Co 10:4). Sim, JESUS tem a fonte da água viva que será uma fonte a jorrar para a vida eterna (Jo 4:1-18). No Livro de Apocalipse, o Senhor volta a convidar todos a receberem a água da vida:

  • “[…] Tudo está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Eu, a quem tem sede, darei de graça da fonte da água da vida.” (Ap 21:6);
  • “[…] Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida.” (Ap 22:17).

 

“Ferirás a rocha, e dela sairá água” (Êx 17:6)

“Mas um dos soldados lhe abriu o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água” (Jo 19:34)

 

A água e o sangue que saíram da ferida da lança de JESUS são os elementos que possibilitaram a salvação do homem. O sangue nos fala da expiação judicial dos pecados, pois“sem derramamento de sangue não há remissão [de pecados]” (Hb 9:22), e a água representa a purificação moral (Ef 5:26). O sangue e a água saíram na morte de JESUS, enquanto o Espírito foi derramado de Cristo ressurreto e glorificado nas alturas. Esta é a Fonte de água da qual os profetas falaram e que todos os homens precisam para que sejam salvos: JESUS.

  • “Quanto a ti, Sião, por causa do sangue da tua aliança, tirei os teus cativos da cova em que não havia água.” (Zc 9:11);
  • “Naquele dia, haverá uma fonte aberta para a casa de Davi e para os habitantes de Jerusalém, para remover o pecado e a impureza.” (Zc 13:1).

 

Conclusão

A Bíblia nos ensina que foi necessário JESUS Cristo sofrer e padecer por todos nós, uma só vez. Agora é hora de falarmos com o Salvador JESUS Cristo e santificá-Lo; e nunca expô-Lo à ignomínia ferindo-O novamente. Orai sem cessar. Aleluia!

“Mas o SENHOR disse a Moisés e a Arão: Visto que não crestes em mim para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso, não fareis entrar este povo na terra que lhe dei.” (Nm 20:12)

Veja: Monte Nebo