Por que devemos receber o Espírito Santo?

O recebimento do Espírito Santo é um assunto de suma importância aos cristãos. Na primeira aparição que o Senhor fez aos discípulos depois da sua ressurreição, Ele disse: “Recebei o Espírito Santo” (Jo 20:22). Paulo, ao chegar em Éfeso e se encontrar com cerca de doze homens que se diziam discípulos:

“Perguntou-lhes: Recebestes, porventura, o Espírito Santo quando crestes?” (At 19:2)

 

“Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador,  a fim de que, justificados por graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna.” (Tt 3:4-7)

 

É dever de todos os homens empenhar em fazer o bem, porém não é fácil viver neste mundo cercado de espinhos de pecado.

 

Não somos salvos pelas nossas obras, e sim pela graça de Deus; porém, a Bíblia não para por aí. A graça de Deus foi de nos conceder o caminho da salvação: a comunhão no Espírito Santo aliada à leitura bíblica atenta é que nos faz andar neste precioso caminho.

 

O Espírito Santo:

 

“Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta” (Hb 12:1)