Paganização da igreja (2ª parte)

Nos últimos anos, registrou-se principalmente no Brasil e nos Estados Unidos, um aumento explosivo de “igrejas” chamadas evangélicas. São igrejas que, no princípio baseavam-se nas Palavras, porém, com o passar dos anos, ultrapassando a santa doutrina, dispararam sozinhas sem destino, perdendo a pureza e a simplicidade que os primeiros cristão conquistaram arriscando as suas vidas (Cf 2Jo 8 e Gl 1:6-7). Isso, certamente, deixa o Nosso Senhor JESUS Cristo e a todos nós bastante indignados e envergonhados. Veja o que diz a Palavra do Senhor a respeito de tais coisas:

 

“Assim como, no meio do povo surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.” (2Pe 2:1)

 

“E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade” (2Pe 2:2)

 

Hoje vemos muito misticismo nas tais igrejas, que lideradas por homens que se auto-titulam apóstolos, discípulos ou pastores, que distribuem amuletos e ensinam suas próprias doutrinas com criatividade sem limites:

  • Rosa ungida;
  • Copo d’água sobre TV;
  • Azeite de Jerusalém;
  • Água do rio Jordão;
  • Teologia da prosperidade;
  • Busca por jovens nas igrejas, não por Espírito Santo;
  • Vassoura ungida para varrer o mal;
  • Ceia do Senhor com pão doce e refrigerante sob justificativa que o que vale é a comunhão;
  • Sabonete ungido para lavar maldições;
  • Kit de beleza da rainha Ester;
  • Apego aos pastores, bispos, apóstolos e não a Jesus Cristo;
  • Chá de salmo 23 que promete curar até vícios;
  • Fogueira santa;
  • Campanhas e correntes estranhas;
  • Igreja evangélica para homossexuais (Cf Rm 1:23-27, 1Co 6:10);
  • Reconstrução da arca da aliança e o véu do tabernáculo que foi rasgado pelo SENHOR;
  • Artistas gospel e bandas evangélicas que cobram cachês para se apresentarem;
  • Trízimo;
  • Suicídio coletivo;
  • Trombetas de Gideão;
  • Reunião dos empresários;
  • Pulseiras abençoadas;
  • Batismo em toboáguas;
  • Uso de gírias e expressões pagãs (nossa! vixe! nossa senhora! credo!);
  • Cajado de Moisés;
  • Oração dos 318 homens de Deus;
  • Show da fé;
  • Vigílias nos montes;
  • Namoro evangélico;
  • Carnaval evangélico…

 

“Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus […]” (2Jo 9)

 

“Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebeste, seja anátema.” (Gl 1:8)

 

Confira o que diz a Palavra a respeito desses movimentos. Veja também os versículos anteriores e posteriores:

Dt 13:3; Dt 18:20; Is 4:1; Jr 23:25;

Jr 23:32; Am 5:23; Mt 24:24; Jo 2:13-17;

2Co 11:3; Gl 1:9; 2Ts 3:6; 1Jo 2:18-19;

1Jo 4:1; 2Pe 2:3; Ap 2:2; Ap 3:17;

“Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.” (Ap 1:5)

 

Irmãos, andemos dignamente e verdadeiramente convertidos, vivendo o evangelho puro e simples, examinando diariamente as Escrituras como faziam os crentes bereanos (cf. At 17:11).

“E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo.” (Lc 3:9)