Vem e vê

Filipe encontrou Natanael e disse-lhe:

“Achamos aquele de quem Moisés escreveu na lei, e a quem se referiram os profetas, Jesus, o Nazareno, filho de José. Perguntou-lhe Natanael: de Nazaré pode sair alguma coisa boa? Respondeu-lhe Filipe: Vem e vê”. (Jo 1:45-46)

 

Provavelmente Natanael foi seguindo Filipe sem grandes expectativas sobre o que veria. Seu comentário sobre Nazaré é a prova disso, mas quando Filipe viu o Senhor JESUS, as suas expectativas mudaram.

 

Quando Moisés rogou ao SENHOR Deus para que lhe mostrasse a Sua glória (cf. Êx 33:18), o SENHOR colocou Moisés na penha e o cobriu com Sua mão enquanto passava para que não morresse (“E disse mais: Não poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum verá a minha face, e viverá.”-  Êx 33:20). Terminando de passar, o SENHOR retirou a Sua mão e permitiu que Moisés visse somente as suas costas (cf. Êx 33:20-23). Naqueles tempos, o SENHOR não se revelara plenamente a Moisés, mas agora, em JESUS Cristo a revelação foi plena e vista por Filipe, Natanael, e muitos outros: JESUS é o Verbo que se fez carne e habitou entre nós para que os homens pudessem ver a glória de Deus (cf. Jo 1:14), exatamente, aquele que os profetas referiram séculos antes dos apóstolos.

“Porquanto, nele, habita, corporalmente,toda a plenitude da Divindade.”(Cl 2:9)

 

Natanael convencido da onisciência do Senhor, exclamou: “Mestre, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel!” JESUS, imediatamente respondeu:

“Em verdade, em verdade vos digo que vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”(Jo 1:51)

 

O que significa esta declaração de JESUS?

Ao abrirmos Gn 28, veremos algo muito familiar com esta declaração do Senhor JESUS: No caminho para casa de Labão, Jacó pernoitou em Betel, onde, no sonho, viu uma escada posta diante dele que atingia o céu; e os anjos subiam e desciam por ela.  Compare os versículos:

  • Gn 28:12 – “E sonhou: eis posta na terra uma escada cujo topo atingia o céu; e os anjos de Deus subiam e desciam por ela.”
  • Jo 1:51 – “E acrescentou: Em verdade, em verdade vos digo que vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem.”

 

A chave para o entendimento desta declaração do Senhor vem logo a seguir: Jacó, temendo disse:

“[…] Na verdade, o SENHOR está neste lugar, e eu não o sabia. Quão temível é este lugar! É a Casa de Deus, a porta dos céus.” (Gn 28:16-17)

 

Sabemos que:

  • JESUS é a porta (cf. Jo 10:7 e 9) – então, Jacó estava diante de JESUS;
  • A Casa de Deus é Templo de Deus – JESUS, ao sair do Templo em Jerusalém, disse: “[…] Eu posso derrubar o templo de Deus, e reedificá-lo em três dias.” (Mt 26:61) O Senhor referia ao Seu próprio corpo que ressuscitaria ao terceiro dia (cf. Jo 2:21).

Veja: E o Verbo se fez carne e tabernaculou entre nós

Vem e vê

O sonho profético de José em Betel se cumpriu séculos mais tarde em Natanael, Filipe e todos nós que cremos na unicidade de Deus. Por isso, Filipe declarara ao seu amigo: Achamos aquele de quem Moisés escreveu na lei, e a quem se referiram os profetas, Jesus, o Nazareno, filho de José. ” (Jo 1:45)

Jacó, Natanael, e nós reconhecemos que JESUS Cristo é:

  • a Porta da salvação;
  • o único Caminho para o homem poder se encontrar com Deus;
  • o Emanuel, que significa Deus Conosco (Is 7:14, 8:8; Mt 1:23);
  • o Verbo encarnado (Jo 1:14);
  • a Porta dos céus.

Amém!

Confira: Ninguém vem ao Pai