O cristão deve prestar serviço militar?

Não há nenhuma proibição bíblica em servir às forças armadas ou a batalhões policiais. Pelo contrário, encontramos nas Escrituras muitas passagens referentes aos militares. Quando João Batista pregava nos arredores de Jordão, alguns soldados vieram pedir orientações:

“Também soldados lhe perguntaram: e nós, que faremos? E ele lhes disse: A ninguém maltrateis, não deis denúncia falsa e contentai-vos com o vosso soldo.” (Lc 3:14)

Como podemos ver, João não disse para os soldados renunciarem a seus cargos, mas a abusos. Igualmente, podemos verificar que Pedro não obrigou o centurião Cornélio a abandonar a carreira militar (cf. At 10), nem tampouco obrigou Paulo o carcereiro de Filipos a deixar a função pública (cf. At 16:3-36)

Se o serviço militar fosse considerado abominável, o Senhor Jesus não teria se impressionado com a resposta do centurião de Cafarnaum, quando este Lhe implorava uma ajuda; talvez o Senhor tivesse aproveitado esta oportunidade para repreendê-lo severamente, mas não foi isto que aconteceu:

“Pois também eu sou homem sujeito à autoridade, tenho soldados às minhas ordens e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu servo: faze isto, e ele o faz. Ouvindo isto, admirou-se Jesus e disse aos que o seguiam: Em verdade vos afirmo que nem mesmo em Israel achei fé como esta.” (Mt 8:9-10)

É importante notar aqui que o Senhor que ensinou o amor ao próximo não condenou o centurião por ser um servidor do exército que dominava o próprio povo judeu.

Veja: peguntas e respostas – serviço militar