“Ninguém pode dizer: Senhor Jesus!, senão pelo Espírito Santo” (1Co 12:3)

Dizer “Senhor JESUS” (1Co 12:3) é declarar que “JESUS é o Senhor”; mas que Senhor? Observe o que diz o versículo abaixo:

“Ora, o Senhor é o Espírito […]” (2Co 3:17)

 

Ninguém pode adorar a Deus senão em Espírito e em verdade (Jo 4:23); outras formas de adoração não passam de fogo estranho (cf. Lv 10:1).

 

O homem que não aceita as coisa do Espírito de Deus, não pode entênde-las (cf. 1Co 2:14); por isso, supondo entender alguma coisa, costuma apenas recitar versículos bíblicos, porém sem entendimento algum a respeito do que ele mesmo está dizendo. É o caso do jovem rico que chamou o Senhor de “Bom Mestre” sem perceber que um só é Bom, que é Deus. JESUS não negou ser Deus, pelo contrário, com a sua declaração, Ele confirmou ser Deus.

 

JESUS disse aos judeus: “[…] Se não crerdes que EU SOU, morrereis nos vossos pecados.” (Jo 8:24). Ora, todo judeu sabe que “EU SOU” é Deus – JESUS é Deus.

 

Ah! Se todas as pessoas conhecessem verdadeiramente o Senhor da glória que foi crucificado, que é o mesmo Senhor da Glória a quem referiu o rei Davi, o Único Deus, Jesus Cristo!

“Quem é esse Rei da Glória? O SENHOR dos Exércitos, ele é o Rei da Glória.” (Sl 24:10)