Sábado: foi dado antes do pecado

Você já reparou que a Lei da observância do Sétimo Dia, que é o Sábado do SENHOR, foi dada ao homem antes dele cometer pecado?

 

A queda do homem é registrada no Capítulo 3 de Gênesis, e só então, foi dada ao homem várias leis para serem cumpridas; entretanto, a observância do Sétimo Dia foi dada antes mesmo da queda:

“E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera.” (Gn 2:3)

 

Adão e Eva eram judeus?

Bem, com certeza não eram brasileiros, americanos ou chineses. Adão e Eva foram os primeiros habitantes humanos do planeta. Somos todos descendentes deles; portanto, todas as nações, povos e línguas descendem deles. Logo no princípio, não havia nenhuma nação senão eles. Eram apenas os primeiros habitantes da terra, pais de todas as nações que deles surgiriam.

 

A Lei da observância do Sábado não foi dada apenas aos judeus, e sim a toda humanidade representada por Adão e Eva, antes que surgisse qualquer grupo étnico. Portanto não faz sentido dizer que o Sábado é mandamento só para os judeus.

“Aos estrangeiros que se chegam ao SENHOR, para o servirem e para amarem o nome do SENHOR, sendo deste modo servos seus, sim, todos os que guardam o sábado, não o profanando, e abraçam a minha aliança, também os levarei ao meu santo monte e os alegrarei na minha Casa de Oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar, porque a minha Casa será chamada Casa de oração para todos os povos.”  (Is 56:6-7)

 

A Lei do Sábado foi dada pelo SENHOR na Criação é eterna; e é tanto para judeus quanto para estrangeiros,. Ela é citada assim que o SENHOR como Criador, concluiu a Sua obra, até os Novos Céus e Nova Terra que está por vir:
“Porque, como os novos céus e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante de mim, diz o SENHOR, assim há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. E será que, de uma Festa da Lua Nova à outra e de um sábado a outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o SENHOR.” (Is 66:21-22)