JESUS tinha cabelos compridos?

“Portanto, santificai-vos e sede santos, pois eu sou o SENHOR, vosso Deus.” (Lv 20:7)

 

A cultura popular deformou profundamente muitas das verdades registradas na Bíblia. Contaminadas pelo engano desde a infância, muitas pessoas levam a vida sem ao menos se preocupar em buscar a verdade na fonte da Palavra de Deus, conformando-se com que os incautos as induzem. Procuro sempre alertar os nossos irmãos porque estas coisas que aparentam ser inocentes ou detalhes desprezíveis, são na verdade, apenas como a ponta do iceberg – e você sabe que ela pode causar uma grande tragédia, levando um grande navio ao naufrágio, se o capitão se descuidar.

 

“Para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro” (Ef 4:14)

 

Sob a influência de várias obras de pintores e escultores renascentistas, barrocos e iluministas (épocas em que a igreja católica dominava a Europa), e atualmente, filmes e desenhos, as pessoas em geral, logo imaginam o nosso Senhor de barba e cabelos compridos; mas veja o que diz a Bíblia:

 

“Ou não vos ensina a própria natureza ser desonroso para o homem usar cabelo comprido?” (1Co 11:14)

 

IMG_6335

Escultura grega em Museu de Atenas: barbas compridas, porém cabelos curtos

Paulo escreveu aos irmãos em Corinto (Grécia), que é vergonha aos homens terem os cabelos compridos. Ora, na época do Senhor, tanto os judeus como os gregos estavam sob domínio romano, porém, não podemos nos esquecer de que os romanos viviam sob a herança da cultura helenística*. Ao observarmos obras de esculturas da época, constatamos que, tanto para gregos como para romanos, o costume que vigorava era de usar cabelos curtos. Assim como nos dias de hoje em que a população deixa se influenciar pela moda que os artistas lançam, césares e augustos de roma, assim como filósofos e matemáticos gregos eram referências de moda da época – nada de cabelos compridos. Se não fosse assim, creio que Paulo jamais ousaria escrever tais coisas, pois seria uma afronta ao Senhor.

Helenística – Termo usado para se referir aos gregos. Do grego hellenizein que significa “viver como grego” e/ou “falar grego”.

 

“Não raparão a cabeça, nem deixarão crescer o cabelo; antes, como convém, tosquiarão a cabeça.” (Ez 44:20 lei que se refere aos sacerdotes)

 

Nazireus

Não confunda nazireu com nazareno – Segundo a lei do nazireado (Nm 6:1-21), para os indivíduos que faziam o voto de nazireu, a proibição abrangia não somente o ato de cortar cabelos, mas de tocar em cadáveres e beber vinho. Cumpre lembrar que o nosso Senhor JESUS bebeu vinho (Mt 11:19) e tocou em cadáveres (Mt 9:25); portanto não era nazireu. e se fosse nazireu.

 

Biblicamente, com algumas raras exceções como no caso de Absalão, o homem ter cabelos compridos sempre foi visto como algo vergonhoso. Por esta razão, os nazireus não cortavam os cabelos, suportando a humilhação por amor a Deus. Os jovens de hoje, fazem exatamente o contrário: para se exibirem e expressarem a rebeldia. O SENHOR diz que a rebeldia e a teimosia são pecados:

 

“Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a obstinação é como a idolatria e culto a ídolos do lar […]” (1Sm 15:23)

 

Conclusão

As evidências de que o Nosso Senhor e também os seus discípulos tinham cabelos curtos é mais forte do que as obras de artes nos sugerem. Imitemos os que é bom, e andemos decentemente para que possamos dar bons testemunhos.

 

“Examinai tudo. Retende o bem” (1Ts 5:21 JFA-RC)

  • A aparência também é importante para testemunho. Evite tatuagens, piercings, penteados agressivos, bem como roupas e enfeites que não combinem com a vida cristã sadia:


“Abstende-vos de toda a aparência do mal.” (1Ts 5:22 JFA -RC)

  • Puros, e separados de tudo que nos contamina, esperemos a manifestação do nosso Senhor e Salvador JESUS Cristo:


“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (1Ts 5:23 JFA -RC)