JESUS deu a vida por nós

Não devemos pensar que o nosso Senhor JESUS Cristo foi assassinado, tampouco que ELE cometeu suicídio. Para alguns, isto pode parecer um detalhe insignificante, mas na verdade, é um dosIMG_7626 assuntos chave para compreender o amor do Senhor.

 

Se erroneamente pensarmos que o nosso Senhor foi assassinado, logo vem o sentimento de pena; se também erroneamente pensarmos que foi um suicídio, a nossa mente nos leva a pensar que o Senhor não havia suportado tamanha oposição dos perseguidores, preferindo tirar a Sua própria vida. Mas estes não são verdadeiros ensinamentos do evangelho. Veja o que nos ensina a Bíblia:

 

O Evangelho segundo João descreve a circunstância da morte do Senhor:

  1. Cap. 19: 30 –  JESUS rendeu o espírito;
  2. Cap. 19: 33 – JESUS já estava morto;
  3. Cap. 19:34 – um dos soldados traspassou o lado do Senhor com uma lança.

 

Essa descrição indica claramente que não foi o soldado quem matou o Senhor, nem os judeus. Todos eles contribuíram de alguma forma para a morte do Senhor, mas a morte do Senhor, em si, não foi da parte de nenhum homem. JESUS havia dito aos discípulos:

“Por isso, o Pai me ama, porque eu dou a minha vida para a reassumir. Ninguém a tira de mim; pelo contrário, eu espontaneamente a dou. Tenho autoridade para a entregar e também para reavê-la. Este mandato recebi de meu Pai.” (Jo 10:17-18)

 

Assim, na Segunda Epístola de Paulo aos Coríntios, 5:14-15, está escrito:

“Pois o amor de Cristo nos constrange, julgando nós isto: um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.”