Jerusalém

Talvez, não haja profecias na Bíblia Sagrada referentes às cidades de Londres, Nova Iorque, Paris, Pequim ou Xangai que são hoje, grandes centros urbanos de tamanha importância; porém, há centenas de profecias sobre Jerusalém, cidade bastante pacata se comparada às primeiras. Profecias essas que foram anunciadas pelos profetas de Deus há muitos e muitos séculos. O preciso cumprimento dessas profecias são evidências irrefutáveis de Sua existência e autenticidade de Sua palavra, e que tudo se estabelece sob o Seu domínio.

“Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém.” (1Tm 1:17).

Jerusalém

“Eis que farei de Jerusalém um cálice de tontear para todos os povos em redor […]” (Zc 12:2)

 

“Naquele dia, farei de Jerusalém uma pedra pesada para todos os povos; todos os que a erguerem se ferirão gravemente; e, contra ela, se ajuntarão todas as nações da terra.” (Zc 12:3)

 

Segundo as profecias, as nações pelejarão contra Jerusalém. Mas por que o SENHOR permite isso?

Há apenas uma resposta: para a glória do SENHOR, nosso Deus. O profeta Ezequiel deixa claro que as nações do mundo todo saberão que Deus é Todo-Poderoso:

“Assim, eu me engrandecerei, vindicarei a minha santidade e me darei a conhecer aos olhos de muitas nações; e saberão que eu sou o SENHOR.” (Ez 38:23)

 

O mundo está cheio de falsos. Quando o SENHOR tiver derrotado todos os inimigos de Israel, não restará dúvidas de que somente o SENHOR, Deus de Israel é o Único Deus, como diz explicitamente em Ez: 38:16:

“[…] Nos últimos dias, hei de trazer-te contra a minha terra, para que as nações me conheçam a mim, quando eu tiver vindicado a minha santidade em ti, ó Gogue, perante elas.”