A história de Jonas é verídica ou fictícia?

Muitos já ouviram a respeito de Jonas como um profeta que desobedecendo a ordem divina de ir pregar o arrependimento aos habitantes da cidade de Nínive, foi ao porto de Jope e em vez de pegar o navio para Nínive, pegou para Társis. Durante a viagem, veio uma grande tempestade e os marinheiros atiraram Jonas ao mar, e este foi engolido por uma baleia que o levou diretamente à cidade de Nínive.

 

A história de Jonas é verídica ou fictícia?

Temos que tomar muito cuidado ao falarmos das coisas do SENHOR. Não podemos falar que o SENHOR disse, o que ELE não disse; não podemos dizer que está escrito na Bíblia o que não está. Nada devemos acrescentar, nem diminuir das palavras da Bíblia.

 

As histórias bíblicas mal contadas criam muitas dúvidas e podem trazer consequências desastrosas na fé dos ouvintes. Cito o Papai Noel como exemplo disso: muitas pessoas, que passaram a infância acreditando em Papai Noel, ficaram frustadas ao descobrirem que isso era uma grande mentira. Inevitavelmente, passam a associar a figura natalina com o nosso Senhor e chegam a trágica conclusão de que a história do Senhor JESUS Cristo também é ficção. Alguns críticos dizem que a história de Jonas é apenas didático e não deve ser interpretado como um fato.

 

O resumo da história de Jonas que você leu no primeiro parágrafo está cheio de erros:

  • No porto de Jope, não havia navio para Nínive, porque Nínive, capital da Assíria, ficava a centenas de quilômetros terra a dentro;
  • A Bíblia JFA não diz que Jonas foi engolido por uma baleia, e sim por um grande peixe (cf. Jn 1:17) – embora em algumas raras versões estrangeiras estejam escritas baleia;
  • Jonas não foi vomitado na entrada da cidade de Nínive, pois está escrito que o SENHOR ordenou a Jonas para ir à grande cidade de Nínive – isto porque Nínive estava a muitos quilômetros de onde Jonas se encontrava.

 

O sinal de Jonas

Quando os judeus pediram um milagre para crerem no Senhor e nas Suas palavras, o Senhor JESUS disse que seria lhes dado apenas o sinal de Jonas. O fato de o Senhor ter se referido a Jonas, já é prova suficiente para crermos que a história de Jonas é real  e o Senhor faz menção aos ninivitas, Salomão e rainha do Sul. Todos eles existiram, e o Senhor os pôs no mesmo patamar de Jonas. Portanto Jonas não é um personagem fictício (cf. Mt 12:38-42).

 

No livro histórico dos Reis de Israel e de Judá, digno de toda credibilidade, é citado o profeta Jonas:

“Também este restituiu os termos de Israel, desde a entrada de Hamate, até ao mar da planície; conforme a palavra do Senhor Deus de Israel, a qual falara pelo ministério de seu servo Jonas, filho do profeta Amitai, o qual era de Gate-Hefer.” (2Rs 14:25 )

 

O que aconteceu com Jonas foi um grande milagre. Você acredita em milagres? O Senhor quis dizer: Se vocês creem que Jonas sobreviveu três dias e três noites no ventre do peixe, crerão também na morte e ressurreição de Cristo. O Livro de Jonas está longe de ser uma literatura fictícia dirigida para uma faixa etária selecionada. A sua história é uma  profecia a respeito da morte e ressurreição do nosso Senhor e Salvador JESUS Cristo.