Não aparece em nenhuma página da Bíblia Sagrada, a expressão “Deus Filho”, e sim, “Filho de Deus”.
Qual a diferença?
  • A expressão bíblica “Filho de Deus” significa Deus manifestado na carne, em corpo humano.

  • Quando o anjo de Deus apareceu à Maria para falar a respeito do nascimento de Jesus Cristo, ele disse que o ente santo “será chamado Filho de Deus.” O anjo de Deus disse“será chamado”, e não “é” Filho de Deus. De fato, Jesus foi chamado Filho de Deus, mas isto não quer dizer que Ele era parente de Deus.

  • Quando se diz deus-filho, subentende-se haver possibilidade de existir deus-irmão, deus-tio, deus-primo, deus-tio, deus-sogro, etc. Isto se chama politeísmo, onde há crença em vários deuses. A Bíblia nos ensina que há somente um Deus. Ele é Único: o Todo-Poderoso, Criador, Pai, Senhor dos Exércitos, Santo, Salvador. Seu santo nome é JESUS.