Estatísticas perigosas

“Temamos, portanto, que, sendo-nos deixada a promessa de entrar no descanso de Deus, suceda parecer que algum de vós tenha falhado.” (Hb 4:1)

 

Segundo um estudo feito pelo instituto norte americano de pesquisa e estatística cristã Barna Group (https://www.barna.org/), dos jovens que foram criados na igreja:

  • somente 30% continuam firmes na fé durante os estudos na universidade;
  • 10% perdem completamente a fé e se tornam ateus quando entram num ambiente acadêmico;
  • 40% dos universitários cristãos se afastam da igreja, embora ainda professando a sua fé;
  • 20% admitem participar de cultos, pregações e outras atividades da igreja, mas não com a mesma frequência de antes.

“Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.” (Hb 10:25)

 

blog Esses números não significam que o ambiente acadêmico nas universidades seja a causa da apostasia; apenas revelam que a fé rasa confessada por muitos jovens é influenciada por colegas e professores filosóficos ou ateus e a ciência travestida de incredulidade terminam por sepultar a fé, que na verdade, nunca havia sido enraizada. Para os jovens, a vida no ensino superior é só o começo da vida adulta. Ainda haverá muitos compromissos por vir como o emprego, casamento e família; e se não estiverem bem enraizados na fé, acabarão por se desviar do Caminho da Graça.

“Tende cuidado, irmãos, jamais aconteça haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo” (Hb 3:12)

 

“E tu, ó Timóteo, guarda o que te foi confiado, evitando os falatórios inúteis e profanos e as contradições do saber*, como falsamente lhe chamam, pois alguns, professando-o, se desviaram da fé. […]” (1Tm 6:20-21)

*contradições do saber = falsa ciência – na tradução ACRF 

Alguns se esquecendo que o ingresso na universidade, os estudos, o estágio e compromissos com amigos são graças recebidas pelo Senhor, começam a se vangloriar, passando para trás o maior de todos os compromissos que é com o SENHOR, e com  isso, passam ousadamente a dizer ao SENHOR: -Hoje não dá, porque já tenho compromisso!

 

Lembremos da mensagem do apóstolo Tiago:

“Agora, entretanto,vos jactais das vossas arrogantes pretensões. Toda jactância semelhante a essa é maligna. Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando.” (Tg 4:16-17)

 

Em uma entrevista feita a um grupo de 2000 crentes norte americanos por este mesmo instituto revelou que:

  • 60% dos entrevistados nunca havia levado nenhuma pessoa a JESUS;
  • Somente 22% havia falado de JESUS a alguém nos últimos três meses;
  • Apenas 12% havia trazido alguém à igreja.

Ao contrário da igreja primitiva em que quase a totalidade dos que nasceram de novo “respirava” o evangelho e honrava o compromisso com o Senhor e Salvador JESUS Cristo, os números acima mostram como os crentes modernos estão acomodados nos bancos das igrejas esquecendo-se do chamado de JESUS para por em prática a Sua ordem: “Ide e pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16:15).

“Como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação? […]” (Hb 2:3)

 

Não façamos parte destas perigosas estatísticas!

Se você não é um crente superficial, deve ter se lembrado de pelo menos mais duas passagens da Bíblia ao observar as estatísticas acima:

  1. A semente que foi sufocada pelos espinhos (Parábola do Semeador Mt 13:7 e 22);
  2. A igreja em Laodiceia que foi repreendida por JESUS pelas suas obras mornas (Ap 3:15-16).

images (6)Fujamos dessas perigosas estatísticas produzindo frutos dignos do arrependimento, envolvendo em verdadeiras missões evangelísticas, sempre preocupados em conquistar almas para o Senhor, visando assim, o crescimento da igreja de Deus. Em vista disso, pergunte-se:

  • Qual a sua função na igreja?
  • Quantas pessoas você trouxe à igreja?
  • Atualmente você tem alguma meta espiritual a cumprir?
  • De qual outra maneira você tem contribuído com o evangelho?
  • Qual foi a última vez que você falou de JESUS a alguém?
  • Você é pontual ou vive adiando os compromissos com JESUS?
  • Quantas vezes você abriu a sua casa exclusivamente para falar do evangelho de JESUS a alguém?

Essas e outras perguntas podem nos ajudar a mudar as estatísticas, o nosso próprio rumo e nos conscientizar da missão de todo crente de falar de JESUS.

“Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos.” (Hb 2:1)