Em tudo dai graças

“Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” (1Ts 5:18)

 

Ao longo da nossa caminhada cristã passamos por muitas aflições, como o nosso Senhor JESUS Cristo já nos havia prevenido (Jo 16:33). Por causa delas, muitos têm perdido o foco e parecem não ter mais nenhuma razão para continuar, para alegrar-se no Senhor. No entanto, há quem diga: agradeça pelo ar que respira, agradeça por estar vivo hoje também. Na Epístola aos Efésios, assim como em muitas outras passagens da Bíblia, há inúmeras razões verdadeiramente cristãs para continuarmos nos alegrando e dando graças ao Senhor que nos tirou do abismo do pecado e nos faz andar na sua maravilhosa luz. Confira:

 

Efésios, Capítulo 1

  • Fomos abençoados com todas as bênçãos espirituais – V. 3;
  • Fomos eleitos em Cristo JESUS – V. 4;
  • Fomos predestinado para o Senhor – V. 5;
  • Fomos predestinados para o louvor da glória de Deus – V. 6;
  • Fomos feitos agradáveis através de Cristo – V. 6;
  • Temos a redenção pelo sangue de Cristo – V. 7;
  • Temos a remissão das nossas ofensas – V. 7;
  • Revelou a nós o mistério da Sua vontade – V. 9;
  • Fomos feitos heranças de Deus – V. 11;
  • Fomos selados com o Espírito Santo – V. 13 – 14;
  • O nosso entendimento foi iluminado – V. 18.

 

Efésios, Capítulo 2

  • Fomos vivificados –  V. 1;
  • Fomos ressuscitados com Cristo – V. 6;
  • Sentou-se nos lugares celestiais – V. 6;
  • Fomos salvos pela graça de Deus – V 8;
  • Somos feitura de Deus – V. 10;
  • Fomos aproximados de Deus – V. 13;
  • Tornamos concidadãos dos santos e da família de Deus – V. 19;
  • Estamos edificados sobre o verdadeiro fundamento – V. 20;
  • Somos morada de Deus – V. 22.

Ainda que muitas vezes as trevas das adversidades pelas quais passamos pareçam ofuscar o brilho das promessas de Deus, temos muitas razões para nos mantermos motivados e alegres no Senhor, como as que vimos acima.

 

Portanto, jamais devemos permitir que a tristeza, a dúvida, a incredulidade, a falta de motivação ou qualquer outra coisa nos separe do amor de Deus, que nos foi manifesto em Cristo (Rm 8:38 – 39).

“Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações” (1Pe 1:6)