É errado chamar os outros de mestre? (Mt 23:8)

1 – O contexto da afirmação do Senhor JESUS em Mt 23:8, refere-se a considerar seres humanos como mestres espirituais infalíveis. Porque um só se enquadra a esta situação: o Cristo;

 

2 – JESUS não proibiu os seus ouvintes a chamar os outros de mestre, apenas advertiu a não querer ser chamado de mestre;

 

3 – Comparando o texto de Mt 23 (JESUS censura os escribas e os fariseus) aos relatos paralelos de outros evangelistas, fica claro que o Senhor falava a respeito dos fariseus e escribas. Confira Mc 12:38-40 (JESUS censura os escribas); e Lc 11:37-52 (JESUS censura os fariseus);

 

4 – Analisando outras traduções de Mt 23:8, podemos observar que o termo hebraico Rabi foi traduzido Mestre, Master e Maestro, enquanto que outras traduções preferiram manter o termo no idioma original. Rabi, Rabino ou Raboni significa mestre espiritual e não se aplica a qualquer outro mestre:

  • “Vós, porém, não sereis chamados mestres, porque um só é vosso Mestre, e vós todos sois irmãos.” (Almeida Revista e Atualizada);
  • “Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos.” (Almeida Corrigida e Revisada Fiel);
  • “Mas vocês não devem ser chamados ‘rabis’; um só é o mestre de vocês, e todos vocês são irmãos.” (NV Internacional);
  • “But be not ye called Rabbi: for one is your Master, {even} Christ; and all ye are brethren.” (King James Version);
  • “Mas vosotros, no queráis ser llamados Rabí; porque uno es vuestro Maestro, el Cristo; y todos vosotros sois hermanos.” (Sagradas Escrituras – Español)

5 – Mestre significa: Sábio, perito, professor, oficial graduado, guia espiritual, comandante, chefe. Evidentemente, o contexto de Mt 23 se refere a guia espiritual, que é Rabi: o Cristo.

“Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, lhe disse, em hebraico: Raboni (que quer dizer Mestre)!” (Jo 20:16)

 

Isto não está em contradição com 1 Coríntios 12:28?

“A uns estabeleceu Deus na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres […]”

 

Resposta: De maneira nenhuma. A Bíblia fala da necessidade de todos os membros da igreja crescerem espiritualmente para serem mestres (cf. Hb 5:12), só tomando o cuidado de jamais usurpar a posição do Supremo Mestre, JESUS Cristo. A Bíblia é clara em dizer:

“Meus irmãos, não vos torneis, muitos de vós, mestres, sabendo que havemos de receber maior juízo.” (Tg 3:1)   

 

“Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros.” (Hb 13:17)

 

Conclusão:

Este assunto é facilmente resolvido ao observarmos a palavra Mestre grafada com M maiúsculo. Assim, entendemos que se trata de JESUS Cristo, o nosso Senhor, e não qualquer outro mestre. O problema surge na comunicação verbal. No falar, não há diferença entre mestre com m maiúsculo e minúsculo. O mesmo problema pode ocorrer em alguns sistemas de escritas orientais.

 

Sensei (先生)

No idioma japonês, o correspondente ao termo mestre é sensei (先生); e no chinês xiānshēng (先生), que literalmente significa aquele que nasceu antes; portanto, teoricamente, é aquele que sabe mais que nós. Como adjetivo, este termo é rico e pode ser usado para várias qualificações: doutor, médico, advogado, juiz, dentista, professor, mestre, rabino, pastor, inspetor, conselheiro, promotor, desembargador…, afinal, é um termo usado para todos os que ensinam e que tem mais experiência do que aquele que se dirige ao sensei. No idioma chinês, o termo xiānshēng (先生) pode ser usado também como pronome de tratamento a qualquer pessoa que mereça respeito. Assim, entendendo as explicações desta página, não há nenhum problema de os falantes da língua japonesa ou chinesa usarem o termo 先生.

 

Pastor ou reverendo?

Algumas vezes, eu recebo cartas vindas do exterior escritas: To Rev. Daniel Shinjo. Ora Rev. é abreviação do termo inglês Reverend, que significa reverendo. Isto sim, é um erro!

 

A Bíblia nos ensina que Um só é reverenciável: O SENHOR, nosso Deus:

He sent redemption unto his people: he hath commanded his covenant for ever: holy and reverend {is} his name. (Psalms 111:9 King James Version)

 

O uso da palavra “reverendo” tem raízes nas práticas anti-bíblicas das igrejas do mundo. Ela não é usada na Bíblia para se referir a ministros de Deus, e não é uma descrição adequada para a posição dos homens de Deus. O título “reverendo” parece denotar um toque de orgulho na sua posição e eleva o homem. Já o termo “pastor” denota aquele que humildemente serve e cuida corretamente do rebanho do SENHOR. O termo “reverendo” não deve ser usado ao pastor da igreja que é servo do Mestre, JESUS. Só Deus deve ser reverenciado!