Cruz e crucifixo: qual a diferença?

Crucifixo

A crucificação foi um método de execução cruel inventado provavelmente pelos persas por volta do Século VI a.C. e mais tarde popularizado pelos romanos.

 

Entende-se por crucifixo, o elemento CRUZ + IMAGEM. Na Bíblia Sagrada não há nenhuma menção ao crucifixo como símbolo ou objeto de adoração.

 

Na sua igreja tem cruz?

A cruz foi adotada como símbolo pelos católicos romanos e logo se tornou um amuleto. Há quem diga que o crucifixo é para lembrar a obra redentora do Senhor, como outras imagens católicas (o SENHOR proíbe terminantemente a confecção e adoração de imagens) porém, isto é um grave erro:

“[…] De novo, estão crucificando para si mesmos o Filho de Deus e expondo-o à ignomínia.” ( Hb 6:6)

 

Os Evangelhos são unânimes em nos informar que naquele mesmo dia em que o Senhor foi crucificado, os Seus discípulos tiraram o corpo do Senhor da cruz e O sepultaram (Mt 27:57-61; Mc 15:42-47; Lc 23:50-56; Jo 19:38-42). Por isso, o corpo do Senhor não permanece na cruz.

 

Ainda hoje, em alguns países como Sudão e Síria, os justiceiros ou terroristas praticam execução por crucificação, muitas vezes contra os cristãos.

 

Cruz

A cruz era instrumento de tortura e execução. Não há nenhuma menção na Bíblia a respeito da cruz como símbolo. Ela é símbolo adotada pela Igreja Católica Romana, e objeto idolatrada como a “Santa Cruz”. Aliás, qual a diferença entre a cruz das igrejas, pingentes, cemitério e das que vemos nas estradas indicando que houve tragédias naquele exato lugar?

 

Expressões bíblicas como “a mensagem da cruz” ou “a obra na cruz” significam a obra redentora, e não a própria cruz.

Certamente, quando o Senhor disse para carregarmos a nossa própria cruz e segui-Lo, não quis dizer para adquirirmos amuletos em forma de cruz, mas sim, estarmos cientes de que vamos enfrentar muitas perseguições e dificuldades ao segui-Lo.

 

Alguns tipos de cruz/crucifixo

pope

Crucifixo vergado:

 

Este tipo de crucifixo relaciona-se com bruxaria a qual expõe o Senhor a uma situação de vexame contínua. Ele é usado exclusivamente pelo Papa. O crucifixo vergado ridiculariza a obra redentora e é distorcida e desfigurada. O crucifixo erguido no interior da Itália (foto abaixo) caiu matando um jovem.

vergado

breschia italia

 

Tau:

Na verdade, este símbolo usado pelos católicos franciscanos era o símbolo de deus pagão.

tauUma versão corrompida da Bíblia Católica traz em Ezequiel 9:4 que não existe nas outras traduções é usada pelos católicos para justificar o uso da cruz ou do crucifixo, trazendo aos seus leitores interpretações errôneas a respeito da cruz:

Bíblia Aleppo Codex: “ד ויאמר יהוה אלו עבר בתוך העיר בתוך ירושלם והתוית תו על מצחות האנשים הנאנחים והנאנקים על כל התועבות הנעשות בתוכה

JFA: “E lhe disse: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal a testa dos homens que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.”

 

Versão Católica: “E lhe disse: Percorre a cidade, o centro de Jerusalém, e marca com uma cruz na fronte os que gemem e suspiram devido a tantas abominações que na cidade se cometem.”

 

Ankh ou cruz egípcia:

Hoje bastante comum em tatuagens, não era instrumento de execução, mas símbolo pagão do Egito antigo.

ankh

 

Cruz invertida:

Também conhecida como Cruz de São Pedro é outra forma de zombar da morte do Senhor.

sinalVocê já reparou que quando as pessoas fazem o sinal da cruz, na verdade está fazendo uma cruz invertida? Então, pergunto, o verdadeiro cristão deve fazer sinal de cruz?

Conclusão: Não devemos adotar símbolos do mundo. O verdadeiro cristão não necessita de símbolos, mas de JESUS CRISTO e Suas Palavras, e nada mais. Sabendo disso, não nos é conveniente adotar símbolos católicos ou de outros credos.

Deixemos o cristianismo secular e andemos no Caminho Verdadeiro. É bom lembrarmos que não há nenhum registro bíblico destes símbolos na igreja primitiva.

“Lembra-te deles, Deus meu, pois contaminaram o sacerdócio, como também a aliança sacerdotal e levítica. Limpei-os, pois, de toda estrangeirice e designei o serviço dos sacerdotes e dos levitas, cada um no seu mister.” (Ne 13:29-30)