Para entender claramente como o trinitarismo difere dos ensinamentos da Bíblia sobre a divindade, veja o quadro contrastante abaixo. À esquerda estão os ensinos da Unicidade ou Monoteísmo Cristão; a lista à direita registra os ensinos essenciais do trinitarismo.

 


Unicidade
Trinitarismo
1.
Crê num único Deus sem nenhuma divisão na sua natureza. Deus não é uma pluralidade de manifestações, papéis, títulos, atributos, ou relacionamentos com o homem. Além disso, estes não são limitados a três.
Crê na existência de três pessoas em um Deus, ou seja, na sua visão há três distinções essenciais na natureza de Deus que é uma trindade santa.
2.
Pai, Filho e Espírito Santo são designações diferentes para o único Deus. Deus é o Pai. Deus é o Espírito Santo. O Filho é Deus manifestado em carne. O termo Filho sempre se refere à encarnação, e nunca a uma deidade a parte da humanidade.
Pai, Filho e Espírito Santo são as três pessoas na divindade. Elas são pessoas distintas, e eles são co-iguais, co-eternos e de co-essência. Porém, Deus o Pai é a cabeça da trindade em algum sentido, e o Filho e o Espírito procedem do Pai em algum sentido.
3.
Jesus Cristo é o Filho de Deus. Ele é a encarnação da plenitude de Deus. Na Sua deidade, Jesus é o Pai e o Espírito.
Jesus Cristo é a encarnação de Deus, o Filho. Jesus não é o Pai ou o Espírito.
4.
O Filho é gerado, não eterno. O Filho de Deus existiu desde toda a eternidade como um plano na mente de Deus. O Filho de Deus veio à existência atual na encarnação em qual época o Filho foi gerado pelo Espírito de Deus.
O Filho é eterno. Ele existiu desde toda a eternidade. O Filho foi gerado eternamente pelo Pai.
5.
O Verbo não é uma pessoa separada, mas é o pensamento, plano, atividade, ou expressão de Deus. O Verbo foi expresso em carne como o Filho de Deus.
O Verbo é a segunda pessoa da divindade, isto é, o Deus Filho.
6.
JESUS (seu significado é JAVÉ-SALVADOR) é o nome revelado de Deus no Novo Testamento. JESUS é o nome do Pai, Fillho e Espírito Santo.
JESUS é o nome humano dado a Deus Filho manifestado na carne.
7.
O batismo nas águas é administrado “em nome de Jesus”. Este santo nome pode ser acompanhado com os títulos de Deus, Cristo, ou ambos.
O batismo por aspersão ou por imersão é administrado “em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”.
8.
Veremos Jesus Cristo no céu. Ele é o único no trono.
Espera ver a trindade no céu.
9.
A divindade não é nenhum mistério, especialmente para a igreja. A Bíblia ensina claramente que Deus é um em número e que Jesus Cristo é este único Deus manifesto na carne.
A divindade é um mistério. Aceitar pela fé o mistério da trindade apesar de suas contradições aparentes é a solução.
O trinitarismo não é uma doutrina bíblica. Ele contradiz a Bíblia Sagrada em muitas maneiras. As Escrituras não ensinam uma trindade de pessoas. A doutrina trinitária usa terminologia inexistente na Bíblia. Ela ensina e enfatiza a pluralidade da divindade enquanto a Bíblia enfatiza a unicidade de Deus. O trinitarismo não é lógico porque diminui a plena deidade de Jesus Cristo e contradiz muitos versículos específicos da Bíblia. Ninguém pode entender ou explicar racionalmente, mesmo aqueles que o defendem. Em resumo, o trinitarismo é uma doutrina que não pertence ao Cristianismo.