Coisas do Oriente – 1

Visto que temos muitos irmãos descendentes de japoneses no nosso ministério, senti a necessidade de alertar e esclarecer algumas lendas orientais que se misturaram com misticismo e vice-versa.

 

A Epístola aos Colossenses exorta os cristãos a abandonarem definitivamente suas antigas crenças e superstições e ainda cuidarem-se para que, por algum motivo, não sejam novamente contaminados por filosofias e tradições dos homens (cf. Cl 2:8).

“Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria; por estas coisas é que vem a ira de Deus [sobre os filhos da desobediência]” (Cl 3:5)

 

七福神 (Shitifukujin)

Se você prestar atenção em decorações orientais, certamente, cedo ou tarde se deparará a algo parecido com a figura ao lado. O que ela representa?3

A maioria das pessoas que a mantém em casa, comprou ou ganhou em alguma loja de presentes e não sabe o seu significado. Parecem figuras inocentes e engraçadinhas, mas você verá abaixo a origem e a figura sem “maquiagem” de cada um desses deuses. Todos eles são, na verdade, demônios!

“Não meterás, pois, coisa abominável em tua casa, para que não sejas amaldiçoado, semelhante a ela; de todo, a detestarás e, de todo, a abominarás, pois é amaldiçoada.” (Dt 7:26)

 

 A figura ao lado e abaixo representam “os sete deuses da felicidade”; deuses falsos vindos da China, da Índia e do Tibete que, segundo a lenda, vieram a bordo do “barco do tesouro” para o Japão. São eles:

godstakarabune

 

 

 

 

 

 

 

 

1) 毘沙門天 Bishamonten – Falsa divindade do hinduísmo Kubera incorporado no budismo, era considerado o deus da batalha.

7 bishamontenbishamonten

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2) 布袋 Budai – é Maitreya, o antecessor de Buda. É conhecido no Oriente como o Buda Gordo.

7cmaitreya

 

 

 

 

 

 

 

 

3) 大黒天 Daikokuten – Originário do budismo tibetano, nada mais é do que Mahakala “achinesado”. O correspondente hindu é Shiva. 大黒天 significa “O Grande Negro dos Céus”, com três olhos e várias caveiras ao seu redor, como se vê na figura abaixo:

7amahakala

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4) 福禄寿 Fukurokuju – é uma espécie de trindade da religião popular chinesa, formado por deus da felicidade, da riqueza e da longevidade.

7b

 

603-4158

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5) 恵比寿 Ebisu – Único deus japonês do grupo, Ebisu é considerado o deus dos pescadores, da colheita e dos bons negócios . Por isso, é sempre representado com vara e peixe nas mãos.

7cdebisu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

6) 寿老人 Jurojin – Considerado deus da longevidade pelo taoísmo chinês.

7dejurojin

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7) 弁才天 Benzaiten – única figura feminina do grupo, é a Saraswati do hinduísmo considerada deusa da sabedoria, da beleza, da fertilidade, das artes e da música. Observe que ela é sempre representada com instrumento de cordas em mãos. Foi incorporada ao budismo chinês e chegou ao Japão com o nome Benzaiten.

7benzaitensaraswati

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O dragão e o tigre

habitat Muitas famílias okinawanas mantém em salas de visitas ilustrações de dragão e tigre. Em certo momento, a cultura popular okinawana começou a atribuir características místicas ao dragão e ao tigre, fazendo deles guardiões de propriedades e afugentadores de espíritos maus.

 

Por que dragão e tigre?

DSC_0103Todos somos unânimes em dizer que dragão é apenas um ser mitológico. Enquanto ao tigre…  Bem, o tigre não é um animal natural de Okinawa; este animal nunca existiu nas terras okinawanas, nem no arquipélago japonês. Ao observar o mapa acima, você poderá ver que o habitat desses felinos, que hoje correm perigo de extinção, compreendia a Sibéria, Coreias, China, Sudeste asiático, e Índia. Então perguntamos: Se a população de Okinawa não conhecia o dragão nem o tigre, de onde tiraram esses animais?

 

A resposta é simples: desde a antiguidade, o dragão é símbolo da China, e o tigre, da Coreia: o símbolo da seleção coreana de futebol é tigre, bem como o mascote dos Jogos Olímpicos de Seul em 1988. Antes de ser invadido e anexado pelo Japão, Okinawa desenvolveu estreitas relações comerciais com a China e com a Coréia, esperando que, se um dia os samurais japoneses invadissem a pequena ilha de Okinawa, os seus guardiães viessem salvá-la imediatamente. Mas isso não aconteceu. Quando o Japão invadiu Okinawa em 1868, o dragão chinês e o tigre coreano decepcionaram: eles simplesmente recuaram amedrontados.

tiger

Seleção coreana de futebol

tigerkoreamap

O tigre como símbolo nacional coreano: o tigre no mapa da península coreana

ed98b8eb8f84eba6ac

Mascote olímpico – Seul 1988

5389de2c4a4b

Dragão: símbolo nacional chinês

O caso do Missô

Ainda hoje, alguns idosos okinawanos aconselham aos seus jovens: construiu, comprou ou alugou uma casa, antes de se mudar, é costume levar um pacote de missô (pasta de soja fermentada muito usada na culinária japonesa). Virou misticismo. Dizem que é superstição, benzimento, cultura, religião, mas  a verdade é ridícula:

 

Okinawa é uma ilha habitat de Habu, uma serpente bastante venenosa. Os antigos okinawanos descobriram que o odor de fermentação característico do missô tem propriedades de afugentar serpentes.  As antigas casas de Okinawa eram em estilo cabana, bastante propício para se tornar morada de serpentes. Por isso, dias antes de ocupar uma habitação, costumavam deixar potes de missô.

 

Conclusão: não tem cabimento hoje, corrermos com pote de missô em casas urbanas e apartamentos para afugentar Habu, você não acha?

JAPAN 2009 b 605

Antigas casas de Okinawa

JAPAN 2009 b 609

Antigas casas de Okinawa