Chifres de Moisés???

moises-chifre

Clique para ampliar

Alguns artistas famosos do Renascentismo como Michelangelo, representaram Moisés em pinturas ou esculturas com um par de chifres na cabeça. Este equívoco aconteceu quando Jerônimo e sua equipe católica (autores da versão Vulgata) traduziram os textos hebraicos para o latim no Século IV. Eles confundiram a palavra hebraica qaran com qeren que significam resplendor e corno, respectivamente.

“Cumque descenderet Moyses de monte Sinai, tenebat duas tabulas testimonii et ignorabat quod cornuta cutis esset faciei suae ex consortio sermonis Dei.” (Êx 34:29 – Vulgata)

Tradução:

“E, quando descia Moisés do monte Sinai, tendo as duas tábuas do Testemunho, ignorava que chifres havia em sua face, após seu encontro e conversa com Deus “

 

chifres

Clique para ampliar

Parece que esse estranho erro foi levado a sério por Michelangelo. A obra “Moisés” de Michelangelo está exposta no Vaticano (foto ao lado) e continua causando espanto e estranheza a muita gente. Bem, de qualquer forma, o SENHOR já havia ordenado nos Dez Mandamentos a não fazer imagens de escultura, e o próprio Moisés recebera do SENHOR as duas tábuas de pedra contendo os mandamentos. A tradução correta do texto em questão é:

“Quando desceu Moisés do monte Sinai, tendo nas mãos as duas tábuas do Testemunho, sim, quando desceu do monte, não sabia Moisés que a pele do seu rosto resplandecia, depois de haver Deus falado com ele.” (Êx 34:29)

 

Veja também: Davi de Michelangelo