Aparição do anticristo

dsc_0130Inúmeros costumes estranhos ao cristianismo foram introduzidos nos últimos vinte séculos; coisas que o nosso Senhor JESUS Cristo nunca ordenou que se fizessem. Frases que costumamos muito ouvir nesta época do ano como “o verdadeiro espírito natalino”, ou “a maior festa cristã do mundo”, não passam de marketing que o mundo criou para promover as suas mentiras. A Bíblia é bem clara em dizer que todos os que não creem na verdade serão condenados por Deus (cf. 2Ts 2:9-10). Observe as figuras ao lado e leia atentamente a Palavra abaixo e procure compreender o motivo da advertência bíblica:

“Ninguém, de nenhum modo, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição, o qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse dsc_0131o próprio Deus.” (2Ts 2:3-4)

 

 

As chamadas árvores de Natal e outros símbolos natalinos não tem absolutamente nada a ver com os ensinos do Senhor JESUS e seus apóstolos; pelo contrário, elas são grandes símbolos idólatras do antigo povo europeu, por isso, devem ser banidas do lar cristão.

“Não estabelecerás poste-ídolo, plantando qualquer árvore junto ao altar do SENHOR, teu Deus, que fizeres para ti.” (Dt 16:21)

 

A estrela de cinco pontas da foto ao lado foi colocada com uma ponta para baixo. Nas crenças satânicas, essas estelas representam o demônio.dsc_0134

“Também todos os chefes dos sacerdotes e o povo aumentavam mais e mais as transgressões, segundo todas as abominações dos gentios; e contaminaram a casa que o SENHOR tinha santificado em Jerusalém. O SENHOR, Deus de seus pais, começando de madrugada, falou-lhes por intermédio dos seus mensageiros, porque se compadecera do seu povo e da sua própria morada. Eles, porém, zombavam, dos mensageiros, desprezavam as palavras de Deus e mofavam dos seus profetas, até que subiu a ira do SENHOR contra o seu povo, e não houve remédio algum.” (2Cr 36:14-16)

 

Todos os anos alertamos a igreja sobre esse sistema corrupto: parece ser uma inocente festa com inocentes decorações numa inocente data. Não se engane! Como já vimos em vários outros estudos, tudo isto é objeto de louvor a falsos deuses (idolatria). É dever da igreja ensinar e educar na justiça de Deus os convertidos, mas lamentavelmente, vemos muitos líderes aprendendo tradições mundanas e introduzindo-as nas igrejas. Quem é de Deus, ouve as Suas Palavras, mas os do mundo, serve o mundo. Portanto, em 2Tm 2:19 está escrito:

“Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os que lhe pertencem. E mais: Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor.”

 

Leia também: