Água da vida

“Como uma corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando irei e me verei perante a face de Deus?” (Sl 42:1-2)

 

Chega de buscar fontes secas (2Pe 2:17), cisternas rotas (Jr 2:13), nuvens sem água (Jd 12) ou mananciais poluídos (Pv 25:26). Busquemos o Senhor JESUS, porque a Sua promessa é verdadeira:

“[…] Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida.” (Ap 22:17)

 

Pois, só ELE pode nos dar o verdadeiro descanso:

“Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso” (Sl 23:2)

 

A Palavra não se refere a H2O, mas à fonte indispensável para a vida eterna:

“Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna.” (Jo 4:14)

 

Então, assim como o salmista (Sl 42), e também como a mulher samaritana, com humildade busquemos esta tão preciosa fonte: JESUS.

“Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água para que eu não mais tenha sede […] (Jo 4:15)”