A oração de Ana

Ana, mãe do profeta Samuel, era uma mulher estéril que vivia sendo provocada pela rival Penina, que tinha muitos filhos. Essa situação muito a incomodava e por isso era uma mulher que vivia triste, e que não conseguia se alegrar, nem mesmo quando se apresentava no templo do SENHOR:

“…todas as vezes que Ana subia à Casa do SENHOR, 

a outra a irritava; pelo que chorava e não comia.” (1Sm 1:7)

Ou seja, ela olhava para o seu problema, se prendia na provocação e por isso se entristecia; porém, quando realmente decidiu derramar as suas lágrimas diante de Deus:

“levantou-se Ana, e com amargura de alma, orou ao SENHOR e chorou abundantemente.” (1Sm 1:10)
A sua oração foi ouvida e assim nasceu Samuel.
Percebemos o quanto é importante clamarmos com sinceridade, de todo o nosso coração e de toda a nossa força. Apenas estar na igreja por estar de nada adianta; mas estando na igreja, derramar o nosso coração perante o Senhor Jesus Cristo, faz toda a diferença.